• Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte
Página Inicial

Inclusão

Imprimir

Professores do IFG estão em Portugal para adaptação de sistema de comunicação para surdos

Sistema está sendo adaptado no Porto para uso no IFGA partir de parceria do Instituto Federal de Goiás (IFG) com o Instituto Politécnico do Porto (IPP), dois professores da Instituição estão em Portugal para realizar uma adaptação do software Virtual Sign para que ele faça a tradução bidirecional para a Língua Brasileira de Sinais (Libras). O objetivo é adaptar o sistema para que possa ser adotado por todos os câmpus do IFG, na perspectiva da educação inclusiva, simplificando o processo de aprendizagem e comunicação para promoção da igualdade de oportunidades para todos os que usam a língua gestual.

O Diretor Executivo do IFG, professor Adelino Candido, conta que a oportunidade de uso do sistema pela Instituição surgiu por acaso, em uma das visitas do Reitor do IFG, professor Jerônimo Rodrigues da Silva, ao Porto (Portugal). “Em uma das tratativas para as parcerias com o IPP para pós-graduação e pesquisa, o Reitor conheceu o sistema e viu ali a possibilidade de ampliar a inclusão no IFG em todos os câmpus”, destacou Adelino Pimenta. O Diretor Executivo antecipa que, após a adaptação para Libras, há a possibilidade de o sistema ser usado por todas as instituições que compõem a Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica.

A partir disso, as conversas entre as instituições evoluíram e o IFG decidiu custear a viagem dos professores do Câmpus Aparecida de Goiânia Waléria Vaz (coordenadora do curso de Pedagogia Bilíngue) e Thiago Aguiar, professor de Libras, para trabalharem na adaptação do Virtual Sign para a Língua Brasileira de Sinais. Com as adaptações que estão sendo feitas, a aplicação permitirá traduzir os gestos usados na Libras para texto escrito e traduzir o texto escrito para os seus respetivos gestos na Língua Brasileira de Sinais.

Os professores ficam no Porto até o dia 20 de maio, período em que terão também o acompanhamento de representantes do Instituto Superior de Engenharia do Porto (ISEP). Estão também sendo realizadas atividades de intercâmbio de conhecimentos relacionados ao Grupo de Pesquisa Graphics, Interaction and Learning Technologies – GILT.

Sobre a participação dos professores do Câmpus Aparecida de Goiânia, o chefe do Departamento de Áreas Acadêmicas da unidade, professor Wanderley Azevedo de Brito, destaca que é de grande interesse para o IFG a participação dos professores no projeto, em função do curso de licenciatura em Pedagogia Bilíngue que é ofertado no Câmpus.

A segunda etapa dessa parceria entre o IFG e o IPP objetiva o desenvolvimento dos sensores da luva que é utilizada na tradução gesto-texto do Virtual Sign, de forma a baratear os custos do equipamento.

Informações da Coordenação de Comunicação Social e Eventos - Câmpus Aparecida de Goiânia/Diretoria de Comunicação Social - Reitoria