Comemoração

Sex, 10/03/2017
Imprimir

 

 

A funcionária terceirizada Maria da Glória Araújo de Souza aprovou e já espera por novas ações. “Foi tudo maravilhoso, muito satisfatório. Levantou nosso astral, auxiliou na interação com servidores, arejou nossa cabeça. Esperamos logo por mais atividades”.

Para a psicóloga do câmpus, Lígia Cavalcante, a luta pelos direitos da mulher é uma luta diária. “O Dia da Mulher tem sua importância como um marco para fortalecer a luta cotidiana e garantir os direitos das mulheres em qualquer um dos espaços que ela ocupa. Essa conquista deve ser todos os dias, seja nas relações de trabalho, acadêmicas e pessoais. É uma construção e tentativa de mudança de um pensamento que pode ser preconceituoso, mas, na medida em que vai sendo melhor debatido e com a participação do coletivo, pode ser reconstruído”, afirmou a psicóloga.



Programação

Nesta sexta-feira, 10, às 12h40min, vai acontecer uma roda de conversa com a professora de Educação Física do câmpus, Amanda Patriarca.

Palestra sobre O Cenário da Violência contra a Mulher em Luziânia, com a médica Norma Negrette e a psocóloga Lígia CavalcanteLanche para servidores e funcionários terceirizadosJá foram realizadas outras rodas de conversa; oficinas de Origami, com a professora Giselle Dias, e de Maquiagem, com a maquiadora profissional Tatiana Brito; lanche saudável; exibição de documentário; palestras com a psicóloga Lígia Cavalcante, a médica Norma Negrette, e com Ana Prestes, autora do livro Mirela e o Dia Internacional das Mulher.

O mês de março segue com atividades em comemoração ao Dia Internacional da Mulher. Foi lançado também o quadro Minuto Mulher, no Facebook e Youtube. São vídeos de 1 minuto sobre assuntos do universo feminino. Serão postados nas quartas-feiras deste mês.

Confira aqui o primeiro Minuto Mulher, lançado no dia 8 de março, sobre o Feminicídio no Brasil.

Confira aqui o álbum de fotos.




Coordenação de Comunicação Social / Câmpus Luziânia.